Fatura-Recibo num só documento ou em documentos separados?

Durante muitos anos só existia a opção de emitir uma fatura-recibo (recibo-verde) num único documento.

Isto funcionava bem quando a prestação de serviços era paga na hora (por exemplo, uma consulta médica).

Contudo, quando o pagamento era feito depois da prestação do serviço (e respetiva emissão da fatura-recibo ou recibo-verde), isto levantava dúvidas: Muitas pessoas não sabiam quando emitir a fatura-recibo, se antes ou depois do pagamento.

E o que fazer quando um cliente não pagava? Pois, para todos os efeitos, o documento emitido servia como recibo, isto é, como comprovativo de pagamento…

Para resolver estas questões, desde 2016 as finanças permitem a emissão de documentos em separado.

Desde 2016, é possível emitir fatura-recibo ou só faturas e recibos em separado.

Desde 2016, é possível emitir fatura-recibo ou só faturas e recibos em separado.

Assim, existe agora a possibilidade de emitir 3 documentos diferentes:

  • Fatura-Recibo: “2 em 1”, ideal para quando o serviço é pago na hora (por exemplo, uma consulta médica)
  • Fatura: para emitir quando o serviço é prestado
  • Recibo: para emitir quando o serviço é pago

,

2 comentários no artigo Fatura-Recibo num só documento ou em documentos separados?

  1. João 9 Julho, 2016 at 19:28 #

    Olá Ricardo,

    Quem presta serviços para o exterior (fora da união) e recebe via paypal ou transferência bancária, como fica a questão das fatura-recibo? É preciso emiti-la?

    Cps
    João

Trackbacks/Pingbacks

  1. Como emitir um ato isolado no Portal das Finanças? | Ricardo Moreira de Carvalho - 16 Junho, 2016

    […] Para compreender as diferenças entre estas duas opções, leia o artigo “Fatura-Recibo num só documento ou em documentos separados?” […]