O milagre da multiplicação do pão

Faço habitualmente compras no Continente. Para além de todas as motivações habituais (descontos, variedade, relação emocional com a marca, etc), existe um fator que me faz dar preferência ao Continente: o facto das faturas agruparem os produtos por “área”, como é possível observar na imagem em baixo (quadros destacados).

Este agrupamento facilita-me a vida no controlo do orçamento familiar. Tenho por hábito registar todas as faturas num software de gestão de finanças pessoais chamado Boonzi. E o Boonzi permite registar as faturas e repartir os valores gastos pelas várias categorias criadas. Não vou ao detalhe de ter todas as categorias que o Continente usa (Mercearia, Frutas, Padaria, etc), mas tenho categorias mais genéricas como “Alimentação”, “Produtos Limpeza”, etc que me dão jeito para fins estatísticos.

Ora, graças a este controlo, num dia que estava a registar no Boonzi uma fatura do Continente, apercebi-me de um erro: tinha comprado um pequeno saco de pão (5 bolinhas) e o preço tinha sido de 8,48€!

O Continente prontamente assumiu o lapso e devolveu-me o dinheiro, mas não deixo de pensar que se não registasse as faturas desta forma, provavelmente não me iria aperceber deste lapso.

fatura_continente

Um exemplo de uma fatura do Continente. É possível ver os produtos organizados por categoria.

Um pequeno saco de pão que deveria custar 1€, por lapso, custou 8€

Um pequeno saco de pão que deveria custar 1€, por lapso, custou 8€. O Continente devolveu o dinheiro.

 

 

, , ,

Os comentários estão desativados.