Simplicidade na triagem do lixo

Estive recentemente em França e reparei num pormenor curioso no que diz respeito ao sistema de triagem do lixo/reciclagem.

Em França, os recipientes do lixo têm duas alternativas apenas: reciclável ou não reciclável

Os recipientes para depósito do lixo não têm 4 compartimentos (papel, embalagens, vidro e orgânico) como em Portugal.

Em vez disso, contemplam apenas dois: resíduos recicláveis ou não recicláveis.

Como as pessoas têm uma grande tendência para se enganarem ao classificar os seus resíduos, as empresas que gerem estes sistemas efectuam um processo de triagem industrial.

Por outro lado, há determinados resíduos que são classificados de forma diferente consoante a empresa que realiza a triagem. Por exemplo, as embalagens Tetrapak são compostas por papel, plástico e alumínio. Genericamente são classificadas como “embalagens”, mas por questões relacionadas com o processo técnico de reciclagem, algumas empresas optam por classificá-las como papel.

Estou convencido que um sistema com apenas duas opções torna a vida da pessoas mais simples. É um pouco a filosofia do Don’t make me think, ou seja reduzir as possibilidades de escolha e de erro.

 

, , , ,

Nenhum comentário (ainda!)

Deixar uma resposta

Escreva apenas comentários relacionados com este artigo.
Se desejar colocar perguntas use este formulário. Isto ajudará a manter os artigos organizados. Obrigado!