Adobe consegue ultrapassar Microsoft

Comecei a usar recentemente a nova suite de produtividade da Adobe: a CS3 (de Creative Suite 3) que inclui algum software de relevo, como o Photoshop, o Dreamweaver, o InDesign ou o Illustrator. Todas estas aplicações são bastante importantes e uso-as diariamente.

Aquilo que eu não sabia, e li no blog “Real World Illustrator” de Mordy Golding é que esta suite tem mais 30 milhões de linhas de código que o próprio Windows Vista, o que dá um número espantoso: 80 milhões.

É muito. É mesmo muito. Basta lembrar que o Windows Vista tem “apenas” 50 milhões e o Windows XP, 40 milhões.

Uma aplicação apenas, o Illustrator CS3 (usado para criar todo o tipo de ilustrações) possui 5 milhões de linhas de código, mais que o Office XP inteiro!

Um dos grandes problemas do desenvolvimento de aplicações deste género é (o não) seguimento da política KISS (Keep it simple, stupid!), pois há a ideia de que sendo uma suite direccionada para o mercado profissional não deve ser “simples” de usar…

Assim, vai-se acrescentando, acrescentando, acrescentado.. até que chegamos a um ponto que as aplicações deixam de ser usáveis.

Apesar de tudo isto, estou a gostar de algumas alterações, quanto mais não seja, pelo facto de passarem a ser aplicações universais.

, , , , ,

Ainda não existem comentários.

Deixe uma resposta

Escreva apenas comentários relacionados com este artigo.
Isto ajudará a manter os artigos organizados. Obrigado!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.