Prémio Zon

Zon Multimedia

ZON Multimédia (ex PT Multimédia) está a promover um concurso destinado a dinamizar a produção de conteúdos multimédia em Portugal. Trata-se de um concurso multidisciplinar, dividido em três categorias: Aplicações, Conteúdos Multimédia e Curtas-Metragens.

O prémio é de 50.000€ para o vencedor de cada categoria, (ou seja, na prática são 3 prémios) e de mais 50.000€ para o melhor projecto das 3, ou seja, o prémio final poderá ascender a 100.000€. É o maior prémio monetário atribuído em Portugal que inclui ainda a possibilidade de um bolsa de Investigação na Universidade do Texas.

A Zon fez um road-show por várias Universidades para divulgar do concurso, pois o público-alvo é a população universitária, embora o prémio seja aberto à participação de todos.

Durante a apresentação que assisti (no ISCTE, naturalmente), houve uma questão que sobressaiu: Para a categoria das Curtas-Metragens, os conteúdos têm que ser entregues em Betacam Digital ou HD Cam, o que originou várias críticas, nomeadamente do meu professor de Multimédia.

A questão está no facto da produção em Betcam ser bastante cara e não estar à disposição da esmagadora maioria dos estudantes. A justificação dada pelo orador (Nuno Cintra Torres, salvo erro) foi que “existe a possibilidade do trabalho premiado ser exibido em cinemas ou na televisão, daí a necessidade que seja entregue em formato de alta qualidade”.

Ora, o problema é que esta regra não assegura a qualidade das peças, uma vez que que as curta-metragens podem ser gravadas em qualquer suporte (de baixa qualidade) e convertidas posteriormente para Betacam, como a própria Zon o reconhece nas FAQ do concurso:

As Curtas-metragens são apresentadas nos formatos HD Cam ou Betacam Digital. Também terão que ser gravadas nesse formato?

Não necessariamente.

Perante os protestos, o orador remeteu uma possível alteração do regulamento para o Júri. Por sua vez a Zon esclarece-nos no seu sítio:

Os formatos de apresentação das curtas-metragens (Betacam Digital e HD Cam) são muito caros. Poderei entregar o trabalho apenas em DVD?

Esta questão é um imperativo do regulamento. Embora compreendamos a dificuldade o regulamento deverá ser respeitado.

Há ainda uma outra questão que passa pela avaliação dos projectos. É certo que a credibilidade dos elementos do Júri é incontestável, contudo a estes só chegará os “melhores projectos”, i.e., aqueles que passarem pelo filtro de “Comissões Técnicas” que ainda ninguém sabe o que são ou por quem serão constituídas..

Em conclusão, é pena que possa haver bons trabalhos que poderão ser excluídos devido à falta de meios para os produzir, mas é a vida… De qualquer das formas, a iniciativa é louvável.

, , ,

Ainda não existem comentários.

Deixe uma resposta

Escreva apenas comentários relacionados com este artigo.
Isto ajudará a manter os artigos organizados. Obrigado!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.